Lembranças do velho GMDSS

Padrão

 

 thumbnailaspx2.jpgp-18

 

Em nosso tempo de embarcado, acumulamos histórias, algumas alegres, outras tristes.

Lembro-se do Durval Churrasquinho .

Durval era recepcionista da P-18, novato em embarques, sempre estava assustado com os imprevistos ocorridos cotidianamente em uma plataforma.

E sempre existem os espiritos de porco que gostam de pregar peças, e eu era um deles, na minha.

A plataforma recebeu um lote de novos uniformes anti-chamas para a brigada de incêndio.

Combinei com o Geplat, o Vitor, com  o segurança ,o enfermeiro e o mestre de cabotagem que me confirmassem a história…

Chamei o Durval à noite antes do jantar e falei:

-Durval, o segurança pediu para te avisar que você foi escolhido para testar o novo macacão anti-chamas.

Os olhos do Durval ficaram do tamanho de uma roda de caminhão

-que que é isso tá louco! Como vai ser este negócio?

-Bem Durval, o pessoal vai colocar voce no heliponto e vai jogar gasolina e tascar fogo, quando voce se sentir incomodado, dá um sinal que o pessoal aciona os canhões d’agua…

-Cê tá louco? Logo eu? Por que eu????

-Durval o pessoal acha voce um cara equilibrado e que não vai se apavorar.Não se preocupe o macacão aguenta até 1.000 graus, vai ser jogo rapido…pode ligar pro pessoal.

No desespero Durval ligou pro segurança, pra chefia, pra todo mundo e todo mundo confirmou a sacanagem.

Durval literalmente passou a noite em claro.

 5 horas da manhã pela camera de monitoramento vi o Dudu caminhando nervosamente no heliponto.

Após alguns minutos surgiu na sala de Rádio esbaforido:

-Cadê o macacão? Quando Vai ser? Olha lá o que vão fazer comigo!!!

Não me aguentei e revelei que era tudo brincadeira. Foi aí que o Durval pegou fogo mesmo. Ficou uma arara.

Foi o Batismo do Durval, que passou a ser chamado de Durval Churrasquinho.

Durval era um bom parceiro. Tinha Um medo tenebroso de voar.

Talvez fosse premonição.

Durval morreu em um dos ultimos acidentes de aeronave da Bacia de Campos dos Goytacazes, ficou preso dentro do helicóptero que afundou.

A vida de embarcado às vezes é assim.

Muitos se foram em acidentes;  Cezinha do tecom, Adinoelson, o Durval…

Saudade e minha homenagem a estes obreiros da terceira profissão mais perigosa do mundo! 

PAZ

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s